quarta-feira, 31 de maio de 2017

Forte D. Pedro II, Caçapava do Sul

Vista do centro da cidade pelo interior do Forte D. Pedro II, maio 2017.
Vista do centro da cidade pelo interior do Forte D. Pedro II, maio 2017.
Vista do centro da cidade pelo interior do Forte D. Pedro II, maio 2017.
A cidade de Caçapava do Sul, em vista aérea, tem uma marca impregnada, o Forte D. Pedro II, na parte central norte.

O Forte forma de um polígono hexagonal e suas paredes construídas em pedra e cal têm a altura de 8 a 10 metros, com mais de um metro de espessura. Sua área é de 27.000m² na parte externa e 19.000m² na parte interna. A ideia era fortificar a Vila de Caçapava, por julgar iminente a invasão de nossas fronteiras.


Em 1848, o General Soares de Andréa, Presidente da Província e comandante das armas, com consentimento do Governo Imperial, iniciou a construção do Forte, em terreno adquirido pela Fazenda Nacional de Manuel Lourenço de Brito. O Forte que tomou o nome de Forte Dom Pedro II, teve o seu projeto feito pelo próprio Gal. Andréa, que possuía os cursos de matemática, astronomia, navegação e engenharia militar. Sua construção se desenvolveu num bom ritmo até 17 de fevereiro de 1850, quando o Gal. Andréa foi substituído. Daí em diante as obras prosseguiram lentamente até dezembro de 1856, quando pararam definitivamente.
Vista do interior norte do Forte D. Pedro II, maio 2017.
Vista do interior norte do Forte D. Pedro II, maio 2017.
Vista do interior norte do Forte D. Pedro II, maio 2017.

Nenhum comentário:

Postar um comentário