quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Concurso Cultural 2018 - Premiação

Vereadores e Classificados e Vencedores do Concurso Cultural 2018
Aconteceu no dia 30 de outubro, na Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul, a entrega de Troféus e Certificados aos vencedores e classificados do Concurso Cultural 2018 “Um Lugar de Memória”, nas modalidades Fotografia, Literário – 88 Palavras – e Desenho.


Poesia classificada modalidade Literário em 88 palavras, e mais popular nas redes sociais, de autoria de Ana Carolina de Oliveira Cassol, do Segundo Ano do Ensino Fundamental da Escola Januária Leal, retrata bem o cotidiano da comunidade caçapavana, assim como, toda a produção de Desenho e fotografias apresentada no Concurso. Veja a poesia de Ana sob o título “Poesia de Memória”:

Na minha memória
Tem muitas histórias.
Dancei na festa mundial
E achei bem legal.
Quando vou nas Minas
Brinco com as minhas primas.

Vou no areião,
Raramente vou no calçadão
Mas prefiro ir na Aviação
Se me deixar andar de avião.
Na Pedra do Segredo
Nunca fui e tenho medo
Mas se alguém me levar
E um doce eu ganhar,
Juro que não vou reclamar.

Meus pais nasceram em Caçapava
Eu nasci também
Aqui vou crescer
Uma pessoa do bem,
Na Capital do carinho
Sempre todos bem juntinhos.

Confira os demais vencedores: 88 Palavras, Desenho, Fotografia

Emoções dos participantes e familiares deram o tom da sessão solene alusiva as homenagens aos 187 anos de Caçapava do Sul. Os organizadores do Concurso junto com a Câmara de Vereadores: Projeto Caminhos do Sul da América em parceria com o Jornal A Palavra agradecem a todos e deste modo abraça o lugar que nos acolhe, Caçapava do Sul, na passagem de seu aniversário.

Vencedor da Modalidade Desenho 2018, João Victor Oliveira Biagini


Vencedor Modalidade Fotografia, Stener Camargo de Oliveira, com os promotores do Concurso
Os trabalhos dos participantes estão expostos no Espaço Cultural Legislativo até o dia 15 de novembro.

domingo, 21 de outubro de 2018

Concurso Cultural 2018 - Resultado


Lembranças de infância, Patrimônio e Memoriais que remetem a fortes sentimentos a lugares de Caçapava do Sul deram o “tom” dos participantes do Concurso Cultural “Um Lugar de Memória”, modalidade fotografia. A imagem captada, a beleza plástica, a composição e conformidade com o tema levaram a classificação dos participantes: Cátia Cilene Morais Dutra, Juliano Teixeira Porto, Isa Doris Teixeira de Macedo, Rafael Teixeira Chaves e Stener Camargo de Oliveira. As imagens serão expostas no Espaço Cultural Legislativo, no dia 30 de outubro, quando em sessão solene receberão os Certificados de participação.
Cátia Cilene Morais Dutra
Memorial em homenagem aos Lanceiros Negros, na Praça Central.
Esse monumento da nossa praça, representa a memória dos Lanceiros Negros, que especialmente para nós que somos residentes na 2ª Capital Farroupilha, significa resistência e luta do povo negro. E procurando indícios de presença negra em Caçapava, tocar esse memorial nos remete a pensar sobre qual foi o lugar do negro na Revolução Farroupilha.

Isa Doris Teixeira de Macedo
Casa
Lembranças da Infância II ...

Isa Doris Teixeira de Macedo
Casa
Lembranças da Infância II ...

Juliano Teixeira Porto
Pitangueira - Rio Irapuazinho
Lugar onde gostava de acampar, tomar banho e pescar com os amigos.
Juliano Teixeira Porto
Igreja Matriz Nossa Senhora da Assunção
Quase todos os domingos na minha infância até a adolescência, eu ia as missas com os meus pais.
Rafael Teixeira Chaves
Frente a Casa dos Ministérios
Patrimônio refletindo a memória.
As palavras de Stener: "Foto tirada em um domingo de sol de 2016, no sábado a noite uma tempestade inundou o piso do saguão de entrada do I.E.E Dinarte Ribeiro, a água acumulada permitiu o reflexo da Igreja Matriz Nossa Senhora da Assunção" define a imagem que surpreendeu a todos e leva o Troféu do Concurso Cultural, edição 2018.
Stener Camargo de Oliveira
Piso da escola Dinarte Ribeiro
Foto tirada em um domingo de sol de 2016, no sábado a noite uma tempestade inundou o piso do saguão de entrada do I.E.E Dinarte Ribeiro, a água acumulada permitiu o reflexo da Igreja Matriz Nossa Senhora da Assunção