quinta-feira, 29 de novembro de 2018

88 Palavras

As 88 palavras participantes e vencedoras do Concurso Cultura 2018, das autoras Ana Carolina de Oliveira Cassol e Julia Mota de Vargas também preenchem as páginas do livro “Imaginação em Palavras” dos alunos do Segundo Ano do Ensino Fundamental da Escola Januária Leal.
Vale conferir!

Imaginação em Palavras

No dia 28 de novembro foi lançado o livro “Imaginação em Palavras” dos alunos do Segundo Ano do Ensino Fundamental da Escola Januária Leal, produto do Projeto Aluno Escritor coordenado pela Professora Ângela Cursino Garcia.
O projeto visa incentivar o aluno a ler, escrever e publicar suas histórias, criando diferentes tipos de pretextos para criar diferentes tipos de textos.
O livro tem 16 alunos escritores que expõem sua imaginação em palavras que certamente é um caminho para novas descobertas no mundo letrado.

Cine Rodeio

 Espaço social e de entretenimento da comunidade que trabalhava na Minas do Camaquã, Caçapava do Sul/RS,  Em estilo faroeste, em madeira, foi construído em 1970, no período de existência do modelo do assentamento adotado por Baby Pignatari, denominado “Company Town” que existiu até 1996.

Imagens de 24 de novembro.

Minas do Camaquã

Uma visita ao geomonumento - Minas do Camaquã – foi realizada no Geo.Dia, guiada pelo Geólogo e Professor da Unipampa, Felipe Guadagnin.

Participantes tiveram oportunidade de conhecer a história deste sitio, em atividade mineral encerrada em 1996, e passear pelos espaços em que atualmente é liberado o acesso.

Confira mais sobre a mina, neste vídeo.

Geo.Dia 2018

Aconteceu no dia 24 de novembro a quarta edição do Geo.Dia. O evento celebra Caçapava do Sul como Capital Gaúcha da Geodiversidade e interage a comunidade caçapavana com professores e estudantes de diversas universidades da área de geociências.
Intensa atividade como oficinas, exposições, visitas a geomonumentos,  para todas as idades, o Geo.Dia foi repleta de geonovidades como o Megatheriumamericanum, uma réplica desta Preguiça- Gigante.

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Varal de Livros Históricos de Caçapava do Sul


No  espaços do II Workshop Cultural “Patrimônio Merece Respeito” teve um “Varal de Livros Históricos de Caçapava do Sul”. 

Entre os livros de autores: Arnaldo Luiz Cassol,  Nicolau da Silveira Abrão, Rivadávia Severo, Oficinas de  Alcy Cheuiche, Euclides Pinto Torres e Juarez da Rosa Teixeira estavam no Varal os livros “Caminhos do Sul da América” e “Flores a Vovô Miguel”.

II Workshop Cultural: Casa dos Ministérios

Casa dos Ministérios ao fundo,vista pela abertura das ruínas do Clube Recreativo.
O jornalista e historiador Pinto Torres apresenta a história de Caçapava do Sul, que passou na Casa dos Ministérios (vídeos 1 e 2), e no vídeo 3, sobre o Jornal “O Povo”. 
Confira os vídeos:
Vídeo 1:Euclides Torres fala sobre a Casa dos Ministérios.
Vídeo 2:Euclides Torres fala sobre a Casa dos Ministérios.


Vídeo 3:Euclides Torres fala sobre o Jornal "O Povo".

quarta-feira, 21 de novembro de 2018

II Workshop Cultural: Café Mayora


Os palestrantes e participantes do evento II Workshop Cultural “Patrimônio Merece Respeito” degustaram saboroso café, uma gentileza e apoio ao evento de Café Mayora.

Saiba mais sobre este empreendimento clicando aqui!

II Workshop Cultural: Carlos Drummond de Andrade

Poema de Carlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de Andrade, juntamente os Manoel Bandeira e out Andrades, foram alma da chamada “fase heroica” do patrimônio no Brasil, por volta de 1937.

Para rememorar sua defesa a memória no País, no II Workshop Cultural “Patrimônio Merece Respeito”, revivemos o poema com a leitura “Aqui havia uma praça” extraída do livro “Amar se aprende Amando”, publicado por Círculo do Livro S.A. em 1987.
Leitura do poema por Alencar Porto - Imagem de João Alberto dos Santos

II Workshop Cultural: Company Town – Minas do Camaquã

 José Deni Rodrigues Silveira

O modelo de assentamento adotado por Baby Pignatari, nas Minas do Camaquã em Caçapava do Sul/RS foi apresentado no II Workshop Cultural “Patrimônio Merece Respeito” pelo historiador e escritor José Deni Rodrigues Silveira.

Denominado “Company Town” existiu de 1942 a 1996, no lugar onde os mineradores trabalhavam e também tinham espaços sociais de entretenimento e de saúde.

terça-feira, 20 de novembro de 2018

II Workshop Cultural: Experiência bem-sucedida de Cachoeira do Sul

Grupo Ponte de Pedra em Caçapava do Sul

O II Workshop Cultural “Patrimônio Merece Respeito”, realizado nos dias 16 e 17 de novembro, no Auditório do Instituto de Educação Dinarte Ribeiro, em Caçapava do Sul, foi pautado as edificações históricas de Caçapava do Sul já tombadas pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Estadual (IPHAE) visando o debate para os caminhos da desburocratização no restauro, revitalização da edificação e entorno, para a preservação deste Patrimônio. O evento foi intenso em informações e bem sucedido.

Experiências bem sucedidas na valorização do Patrimônio Histórico e Cultural foram apresentadas pelos técnicos: Líder do Grupo de Recuperação da Ponte de Pedra, Arquiteto Osni Schroeder, Presidente do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico-Cultural de Cachoeira do Sul (COMPAHC), Ione Sanmartin Carlos, Vice- Presidente do COMPAHC e Pesquisadora do Arquivo Municipal, Mirian Ritzel, Coordenadora do Movimento de Restauração do Paço Municipal, Arquiteta Elizabeth Thomsen e Fotografo e Blogger, Renato Fontanari Thomsen.
Grupo Ponte de Pedra
Arquiteto Osni Schroeder
Arquiteta Elizabeth Thomsen 
Relatos de experiências de esmero nos processos de mobilização da comunidade para a preservação de edificações e monumentos históricos, bem como, da execução dos projetos sensibilizou  participantes do evento.

Vale conferir mais sobre o Grupo Ponte de Pedra, clicando no Blog!