sábado, 8 de abril de 2017

Bandoneon, por João Henriques


Boa música comandada por João Henriques, acompanhado de violão e voz de Evandro Gomes, abrilhantou o Sarau Musical de Páscoa.


Oportunamente, os músicos reverenciaram o músico caçapavano Altamiro Paz (in memoriam), um dos criadores da música de raiz, puxada por bandoneon, originária de Caçapava do Sul.

Adriana Inácio, violão e voz, e alunos


O Sarau Musical de Páscoa contou com as belas canções, em voz e violão, de Adriana Inácio na companhia de seus alunos.  Encantaram os presentes do evento que aconteceu no auditório do Instituto Estadual de Educação Dinarte Ribeiro, promovido pelo Museu Caçapavano com o apoio do Projeto Caminhos do Sul da América, alusivo a Páscoa.


Os alunos que participaram são: Lorenzo Guidotti, Estela Marques, Rafael a Freitas, Lauren, Amanda Tolfo, Nicole Casanova e Arthur Teixeira Goulart.

Evento de Páscoa

 

O Museu Caçapavano, com o apoio do Projeto Caminhos do Sul da América, promoveu o Sarau Musical de Páscoa, no Auditório do Instituto Estadual de Educação, no dia 7 de abril. O evento foi marcado por boa música, apresentada por Adriana Inácio, acompanhada de seus alunos, e também por João Henriques e Evandro Gomes, bondoneon e violão&voz, respectivamente.


Na oportunidade, os fundadores do Museu Caçapavano – Dulcina Schievelbein, Lislair Leão Marques, João Victor Casanova e Mary Inês Vivian – salientaram a importância da Cultura para a sociedade pela sua contribuição na formação do indivíduo. A missão, a função, as atividades do Museu Caçapavano foram também mencionadas pela equipe.


As metas para 2017 do Museu se configuram na sua constituição jurídica e da criação do site para o Museu Virtual. A manutenção da instituição se dá por três vias: serviços de atividades educacionais e eventos, doações pela Associação de Amigos do Museu e de mantenedor.

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Sarau Musical da Páscoa


O Museu Caçapavano, em parceria com o Projeto Caminhos do Sul da América, promove o Sarau Musical de Páscoa. O evento acontece, nesta sexta, as 19h, no auditório do Instituto Estadual de Educação Dinarte Ribeiro.

Projeto Simplicio – Literatura, Memória e Identidade


Um encontro que resgata a Memória e Identidade de outro importante encontro acontecido há 180 anos: em março de 1837, em Caçapava do Sul de Fructuoso Rivera, o primeiro presidente constitucional do Uruguai, e Bento Manoel Ribeiro, o anti-herói da Guerra dos Farrapos.

O evento, denominado Conversa Doble Chapa, aconteceu no dia 6 de abril, as 19h, no auditório do Instituto Estadual de Educação Dinarte Ribeiro com os pesquisadores e escritores Euclides Torres e Oscar Padron Favre com a mediação do também pesquisador e jornalista João Alberto D. Santos.
A discussão estabeleceu as semelhanças e diferenças Rivera e Bento Manoel e o motivo do encontro destes personagens em Caçapava do Sul.

Este debate fez parte de uma série organizada pelo Projeto Simplicio – Literatura, Memória e Identidade, que promove eventos no Brasil e no Uruguai, reunindo convidados dos dois países para conversar sobre temas da História, cultura e memória regional. O projeto é coordenado por João Alberto D. Santos.