sábado, 1 de abril de 2017

Sinos Missioneiros






A origem, o percurso, o material, peso e características das formas impregnadas dos sinos pertencentes a Paróquia da Igreja Matriz Nossa Senhora da Assunção de Caçapava do Sul foram cientificamente pesquisados pela  equipe do Professor Édison Hüttner, doutor em Teologia e coordenador do Grupo de Pesquisa sobre Arte Sacra Jesuítico-Guarani da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS).
 

O estudo foi apresentado na Igreja Matriz, no dia 31 de março de 2017,  em um encontro com a comunidade caçapavana e com representação do Mercosul com os países Argentina, Brasil e Paraguai.


Apresentado pelo Mestrando e Pároco Rudnei Lasch, o Prof. Dr. Édison Hüttner explanou os caminhos e metodologia de seu estudo e conclusões: dois sinos pertencentes a Matriz são identificados como Sinos Missoneiros e que teriam chegado na cidade em 1828.

Esta importante revelação inclui Caçapava do Sul na Rota das Missões trazendo benéficas implicações no turismo da região.


O encontro ainda teve bênçãos e badalar dos Sinos Missioneiros.

2 comentários:

  1. Eu era criança e o Pe Otávio fez uma festa para escolher a madrinha do novo sino. A madrinha foi Corina Machado que deu o maior lance para o pagamento do dito objeto. Comentou-se depois que o sino velho, de bronze, foi doado para o bispo D Antonio Reis-SM.Muitas pessoas não gostaram.Tenho 76 anos, sou sobrinha bisneta do Padre Mor.

    ResponderExcluir
  2. Olá Jussara esse Sino está empolgando Caçapava. Não sei dessa versão, dá doação. Vou averiguar e te mantenho informada.

    ResponderExcluir